Autenticação de dois fatores: Saiba o que é e para que serve.

Autenticação de dois fatores: Saiba o que é e para que serve.

Você já deve ter ouvido em algum momento uma empresa, um fabricante de aplicativos ou até mesmo provedores de serviços falar em autenticação de dois fatores. Mas você sabe o que é isso? E quando você deve utilizar? É o que veremos abaixo neste post.

O que é autenticação de dois fatores?

Autenticação de dois fatores, também conhecido pela sigla 2FA pode ser definida como uma importante medida de segurança. No qual, gera uma segunda camada de proteção além das senhas. Com essa segunda camada de segurança ativada, dificulta ainda mais a invasão dos hackers em suas contas.

A autenticação de dois fatores funciona com o acréscimo de uma camada extra de segurança à sua conta (uma etapa de login adicional), para evitar que alguém faça login mesmo que tenha acesso à sua senha.

Três fatores básicos de autenticação

Os fatores de autenticação mais utilizados são, algo que o usuário possui, algo que o usuário conhece, ou algo que você é. Veja abaixo o tipo de informação que se encaixa nessas três categorias de autenticação:

Algo que o usuário conhece: Código PIN, respostas para perguntas de segurança, ou sua senha.

Algo que o usuário possui: Geralmente, trata de um objeto físico. Por exemplo, um token, um telefone celular, um USB, enfim…

Algo que o usuário é: Trata-se de dados biométricos e geralmente está relacionado com a impressão digital ou facial. Como por exemplo, Touch ID ou Face ID, ou um scanner de retina ocular.

Um exemplo de 2FA é quando usamos um caixa eletrônico. Retirar dinheiro de um caixa eletrônico exige algo que você tenha (seu cartão do banco) junto com algo que você conhece (sua senha).

Como o seu funcionamento torna a conta mais segura?

O funcionamento opera da seguinte forma, é basicamente uma etapa de confirmação referente à sua tentativa de login. Ou seja, ninguém conseguirá fazer login na sua conta. Pois, irá depender do seu dispositivo para você conseguir realizar o acesso.

Dessa forma, quando alguém tentar entrar na sua conta de um novo dispositivo, ou navegador, com a sua senha, ao dar um enter para acessar, irá direcionar para uma nova tela solicitando um código. Este código será enviado para o número de celular cadastrado, em forma de SMS.

Como é realizada a ativação?

Para configurar a autenticação de dois fatores, você precisa saber se o serviço online em que você quer utilizar oferece essa opção. Como aplicativos bancários, e-mail, ou redes sociais. Porém, a maioria irá oferecer. A configuração vai depender muito de cada aplicativo. Mas quase todos possuem o mesmo processo. Acesse a configuração, segurança e login e procure por usar autenticação de dois fatores. Então, irá mostrar a opção de 2FA que aquele aplicativo oferece.

E se eu perder meu celular?

Você deve estar se perguntando, e se eu perder meu celular, nunca mais vou conseguir acessar o meu aplicativo? Não, você está totalmente enganado. Pois, a maioria dos serviços oferecem mais do que apenas a opção de SMS com número de telefone para realizar o login. Eles oferecem a capacidade de gerar códigos de backup ou fornecem uma chave para recuperação, como no caso da Apple. Essa chave de recuperação trata de uma cadeia longa de letras e números que pode ser inserida em vez de utilizar sua senha ou código SMS.

Diante de todo o conteúdo, a pergunta é: Vale a pena utilizar o 2FA?

Vale sim. Pois, depois de configurado, ele adiciona apenas uma etapa extra para você realizar o seu login em sua conta de um novo dispositivo ou navegador. Dessa forma, deixar de fazer, pode ocorrer muitos pesadelos e prejuízos. Pois, sabemos que nos tempos atuais tem ocorrido vários relatos de pessoas que tiveram seus dispositivos hackeados.

Gostou do nosso post? Deixe seu comentário.

Compartilhar

Apaixonada por tecnologia e inovação. Sempre buscando mais conhecimento e qualificação nessa área. Atualmente cursando Administração na Universidade do Planalto Catarinense. Possuo bom relacionamento interpessoal, boa comunicação, pró-atividade e dedicação.