Crimes cibernéticos: Conheça algumas ameaças do mundo virtual

Crimes cibernéticos: Conheça algumas ameaças do mundo virtual

Com a tecnologia cada vez mais avançada, sabemos que infelizmente os dados estão se propagando em uma velocidade ainda maior. Com isso, é quase impossível não ter ouvido falar em crimes cibernéticos, certo? Isso porque esses crimes tratam-se de práticas realizadas por hackers a fim de roubar seus dados ou informações importantes. Pensando nisso, neste post resolvemos trazer algumas ameaças do mundo virtual.

O que são crimes cibernéticos?

Crimes cibernéticos pode ser definido como uma atividade criminosa através de uma rede de computadores ou um dispositivo conectado em rede. Eles podem atingir uma única pessoa ou várias pessoas ao mesmo tempo, e tem diversas finalidades.

É preciso ficar atento em relação aos vírus, aos programas com códigos e solicitações de informações pessoais. Também é essencial ter cuidado ao usar senhas bancárias, transferir dados relevantes ou sigilosos e ao conceder acessos a terceiros.

Tipos de crimes cibernéticos

Separamos abaixo alguns exemplos específicos de diferentes tipos de crimes cibernéticos:

 Promoções com roubo de dados

Esse é um tipo de crime bem comum, no qual, estamos acostumados a verificar com bastante frequência na utilização da internet. Afinal, quando estamos navegando em sites aparece alguns anúncios informando que você foi sorteado, basta clicar e você é redirecionado para outra página, onde normalmente irão pedir para você realizar downloads ou inserir os seus dados.

Distribuição de Malware

Bem semelhante com o citado acima, a distribuição de Malware funciona da seguinte forma:

Trata-se da disseminação de vírus, um tipo Malware, que nada mais é do que softwares maliciosos desenvolvidos com o intuito de infectar o sistema e, muitas vezes, invadi-lo para obter o acesso a dados. A principal característica é a capacidade de se auto replicar. Ou seja, os vírus são capazes de infectar outros arquivos e computadores.

Sequestro de dados digitais

O sequestro de dados é conhecido pelo termo Ransomware. Ou seja, os criminosos têm desenvolvido procedimentos invasivos para sequestrar dados de computadores e smartphones e exigir um alto valor para a devolução. Como o crime é realizado pela rede, é muito difícil rastreá-los. Dessa forma, é comum que o alvo seja empresas de diversos ramos e segmentos, visando o acesso a dados sigilosos, por exemplo.

Clonagem de chip

Esse é um crime cibernéticos que infelizmente está sendo visto com bastante frequência. Os hackers realizam a clonagem dos chips de operadoras, o que acaba dando acesso a diversos dados pessoais da vítima, inclusive ao WhatsApp. Dessa forma, assim como ocorre no sequestro de dados digitais, os criminosos usam esse tipo de ameaça para exigir algo, normalmente uma alta quantia em dinheiro, ou se passa pelo dono do chip, e pede dinheiro para seus contatos.

Portanto, conforme visto os crimes cibernéticos são uma realidade cada vez mais comum, tendo em vista o avanço da tecnologia e o desenvolvimento de novas funcionalidades online. Dessa forma, tem atraído criminosos que visam o acesso dos dados digitais. Sendo assim, é fundamental proteger os dispositivos pessoais e empresariais.

No post Segurança de Dados: Prevenção em tempos de Isolamento Social trouxemos várias dicas de como proteger seus dados, principalmente agora em tempos de isolamentos sociais. Onde sabemos que os trabalhos em home office estão mais em alta e com isso o uso da tecnologia aumenta também.

Gostou do nosso post? Deixe seu comentário abaixo.

Compartilhar

Apaixonada por tecnologia e inovação. Sempre buscando mais conhecimento e qualificação nessa área. Atualmente cursando Administração na Universidade do Planalto Catarinense. Possuo bom relacionamento interpessoal, boa comunicação, pró-atividade e dedicação.