Virtualização de servidor: Você sabe o que é? E qual a sua importância?

Virtualização de servidor: Você sabe o que é? E qual a sua importância?

Sabemos que com o passar do tempo a tecnologia vem se ampliando, e como consequência, o ambiente digital cresce ainda mais. Afinal, há algum tempo atrás, guardávamos diversos documentos impressos em casa, já hoje a maioria deles são digitalizados. Por exemplo, a comunicação por meio de cartas escritas à mão foi substituída pelos nossos e-mails. Dessa forma, as substituições se tornam cada vez mais frequente. Portanto, neste post veremos sobre a Virtualização de Servidor. Você sabe o que? E para que serve? É o que veremos abaixo.

O que é Virtualização de Servidor?

Com a era dos computadores, as empresas passaram a digitalizar seus documentos e armazená-los em uma infraestrutura de TI própria. Agora, com a tecnologia presente, os equipamentos se tornam cada vez mais poderosos e as transmissões de dados passam a ser cada vez mais rápidas. Dessa forma, com isso, entra a necessidade de virtualizar os próprios servidores.

Virtualização é a criação da versão virtual de um sistema operacional, um servidor, um sistema de armazenamento, etc. A virtualização de servidores tem como objetivo dividir os recursos de um hardware (servidor físico) em diversos servidores virtuais, no qual podem ser utilizados em diversas finalidades diferentes. Sua principal característica que pode ser destacada, é a de ser possível executar muitos sistemas operacionais a partir de um mesmo hardware.

Quais as vantagens?

A Virtualização de Servidor possui diversos benefícios para as empresas, já que pela economia de recursos e equipamentos podemos classificá la como uma tecnologia sustentável. Dessa forma, abaixo iremos destacar algumas delas:

  • Facilidade para recuperar os dados em caso de algum desastre.
  • Sua empresa terá um gerenciamento centralizado;
  • Aplicações em plena compatibilidade;
  • Adaptação a diferentes cargas de trabalho;
  • Retorno maior do Investimento
  • Redução de custo operacional (até 40%), inclusive de energia elétrica;
  • Otimização do espaço físico;
  • Melhor utilização dos recursos disponíveis;
  • Facilidade para a execução de backups;
  • Suporte e manutenção simplificados;

Qual a diferença entre o servidor virtual e a computação em nuvem?

A virtualização de servidores está na essência da computação em nuvem (cloud computing). Como eles estão relacionados, isso causa uma certa confusão entre os dois conceitos. Entretanto, para que sua empresa possa optar pela solução que melhor atende às suas necessidades é fundamental entender as características específicas de cada um.

A computação em nuvem está relacionada com a migração de dados, arquivos, plataformas, aplicações e outros elementos para um servidor fora da corporação. Esse servidor é dependente da virtualização para funcionar, mas isso não significa que todo servidor virtual depende de cloud computing.

Dessa forma, é possível criar um servidor virtual dentro da empresa. Ou seja, a computação em nuvem depende da contratação de uma empresa especializada para fornecer a infraestrutura e gerenciá-la.

Para que seja feito o processo com segurança e criptografia, a configuração dos servidores e plataformas é feita pelo provedor do serviço.

Dessa forma, você deve estar se perguntando qual é o impacto da virtualização de servidores na minha empresas? E a resposta é simples, ao implementar servidores virtuais, você estará implementando uma estratégia muito interessante, independente de seu tamanho ou setor de atuação. O importante é fazer uma análise cuidadosa de seus objetivos e entender os impactos dessa mudança nos seus processos.

Gostou do nosso post? Deixe seu comentário abaixo.

Compartilhar

Apaixonada por tecnologia e inovação. Sempre buscando mais conhecimento e qualificação nessa área. Atualmente cursando Administração na Universidade do Planalto Catarinense. Possuo bom relacionamento interpessoal, boa comunicação, pró-atividade e dedicação.